Buscar

Como fazer um caderno?

Que tal fazer um caderno com o que você já tem por perto?



Sabe aquela vontade que dá de fazer algo do nosso jeito? Aquele momento em que algo pronto não serve ou não cabe no nosso bolso. Cadernos são convites a nossos sonhos, desejos e movimentos. E é bom arranjar uma casa boa pra eles, não? Ou achamos umas meio “sem graça” ou acabamos gostando daquelas caras demais! A gente só quer um caderno que faça sentido: uma capa do nosso jeito; folhas legais para escrever ou desenhar; quem sabe um papel colorido ou com texturas.

Neste texto, vou compartilhar alguns pontos bem básicos de encadernação para você se animar e encarar o processo de fazer seu próprio caderno. Se você quer ir direto para a prática, clica aqui pra assistir a série gratuita Dobras e linhas, que está disponível em nosso instagram e facebook, lá você aprende duas técnicas de encadernação artesanal. Vamos fazer?

Afinal, o que você precisa para fazer?


Uma folha dobrada ao meio, será que já é livro? Um cartão pelo menos a gente sabe que é. Agora e se dobrar várias vezes, deixar igual uma sanfona. Agora é livro?

Para fazer um caderno você precisa de papéis! Bem, basicamente é isso papéis e daí se jogar de corpo. Pode parecer besteira, mas é isso mesmo: papéis e movimentos. Encadernar não é isso? Encadernação a gente pode dizer que é a arte de fazer livros, compostos por uma capa protegendo um conjunto de papéis. E isso nada mais é do que pegar os papéis e dobras, furar, colar.

Ações que já realizamos em outras atividades e agora podemos testar pensando em fazer um caderno. Ah, importante dizer, também é possível fazer o seu caderno só de tecido. Já imaginou?


Como falei agora pouco, quando falamos de encadernação pode ser um jeito de fazer seu caderno costurando, dobrando e/ou colando suas folhas. Uma folha dobrada ao meio, será que já é livro? Um cartão pelo menos a gente sabe que é. Agora e se dobrar várias vezes, deixar igual uma sanfona. Agora é livro? É difícil dizer não? Uma parte de nós já vem com aquele: “Claro que não é!”, agora tem aquela outra parte que fica: “Será? E se…?”



Se você quer experimentar criar seu caderno, algumas questões podem te ajudar na escolha da técnica e das características dos papéis. O caderno é para escrever ou para desenhar? Será um diário, um álbum ou tudo misturado? Você quer muitas ou poucas folhas? Papéis com ou sem pauta? Capa dura ou mole? É uma infinidade de possibilidades de escolhas que vão dando forma ao seu livro em branco.

Sabe, existem muitas técnicas e formatos de livros com diversas origens, culturais e históricas - o caderno que conhecemos é só um jeito de fazer e existem vários outros. Agora você também pode se arriscar e criar do seu jeito. Que tal? É só arriscar e permitir os erros e as invenções, talvez você já tenha até feito: clipes, grampos, furando e costurando, fita adesiva… #AceiteOsErros #InventeUmMeio


A gente experimenta muitas técnicas e recomendamos você testar uma de nossas favoritas: a costura panfleto, três furos ou borboleta. É uma técnica simples e que permite a criação de cadernos muitos diferentes sem depender de muitas ferramentas. Inclusive o Costurando Contos Narrados, nosso primeiro livro artesanal impresso, foi feito utilizando essa costura (um pouco do processo você lê clicando aqui). Se você quiser testar a costura panfleto a gente recomenda você assistir a Dobras e linhas.

Dobras e linhas. Ou, hora de arriscar!


Unir materiais e dar forma, o que nos causa?

Dobras e linhas nasceu para compartilhar histórias e a construção de cadernos, livros, diários, zines… Várias possibilidades de fazer seu caderno a partir de algumas técnicas de corte, dobras, pintura e costura. Na Dobras e linhas a gente não quer ensinar a fazer um caderno com as técnicas mais sofisticadas, nem com o acabamento “perfeito”, a gente quer que você crie o caderno com o que já tem por aí e nesse desafio vá aprendendo, errando, arriscado, permitindo que o seu mínimo diário nasça!

A série está dividida em três blocos: 1º o livro de uma folha só e suas possibilidades; 2ª fazendo a capa com papelão e guache; e a 3ª costurando um livro! Ah, também disponibilizamos algumas lives com tira dúvidas e outras possibilidades de costuras e ferramentas alternativas!


Fazer com as próprias mãos seu caderno/livro é um exercício de autonomia, de aprendizagem e de possibilidades. Unir materiais e dar forma, o que nos causa? Poder criar um livro do jeito que queremos sem ter de pagar caro por um livro apenas pela marca. São várias ferramentas que ganhamos ao simplesmente dobrar, furar e costurar ;)


Que seus cadernos ou livros em branco nasçam! Aproveite e compartilhe com a gente: é só marcar o @minimodiario no Instagram ou a tag #dobraelinhas


vinicius


ME AVISA


Para RECEBER UM AVISO das vagas para nossas oficinas, acesse: http://minimodiario.com.br/meavisa

49 visualizações0 comentário

recentes

fique por perto

categorias